quinta-feira, 24 de maio de 2018

Videos sobre guias de sobrevivência

Sobrevivencialismo
Um canal sobre tudo aquilo necessário para você se tornar responsável pela sua própria vida. Aqui você encontrará dicas de equipamentos, armas, técnicas de sobrevivência, relatos de aventuras e muito mais. 


Guia do Sobrevivente
Ensinamos técnicas e macetes de sobrevivência em diversos ambientes.
Mostramos o básico para garantir o bem estar familiar em casos de necessidade,  ensinando técnicas de autossuficiência e sustentabilidade, dicas de equipamentos e ferramentas, cultivo de alimentos e segurança doméstica.
Sobrevivencialismo e preparação urbana em aspectos gerais.


Celso Cavallini
Esse é um canal pra quem gosta de aventuras, sobrevivência, animais, natureza, esportes radicais e outras insanidades que eu tenho vontade de fazer e não podia na Tv.


Primitive Technology
Como fazer cabanas primitivas e ferramentas a partir do zero usando apenas materiais da natureza.

De boas intenções, o Congresso está cheio


“A diferença política entre boas intenções e bons resultados. Em um tempo em que as definições de direita e esquerda estão sendo revistas, e em que novos conceitos estão se impondo no discurso público, vamos adiante para analisar o que está por trás de ideias políticas atuais.
Estamos acostumados a buscar enxergar algumas realidades históricas, filosóficas, antropológicas e mais profundas sobre questões atuais. E nada mais urgente do que observar com mais profundidade a diferença entre os discursos correntes da esquerda e da direita.
E basta perceber que cada ideologia política está preocupada com questões distintas e têm até um vocabulário próprio para determinar o que é o seu bem e o seu mal, o seu norte moral, o que considera que sejam seus maiores problemas. A direita se preocupa com liberdade, moral, segurança e família, enquanto a esquerda se preocupa com igualdade, inclusão, "- fobias" e "-ismos".
O discurso progressista atual está cheio de boas intenções, não importando os resultados pífios e quase sempre contraproducentes e desastrosos. Por que, afinal, sobretudo jovens ainda insistem na tragédia progressista, crendo que o problema do mundo são conservadores que, afinal, são seus pais, seus avós, seus chefes e todos aqueles que lhes garantem algum sustento e liberdade?
O discurso esquematista é ultra-sedutor, em que um esquema mental é criado à perfeição, mas nada de seus elementos, sua correlação lógica ou seu desenvolvimento corresponde à realidade. Por que ainda insistimos no erro?
Ainda paramos para analisar mais uma vez a atual mudança da mentalidade esquerdista para o progressismo absoluto em casos como o da invasão do prédio da Polícia Federal na Praça do Paissandu em São Paulo, que gerou a tragédia do desabamento com famílias inteiras, e a esquerda tanto se focou nas boas intenções dos líderes invasores que colocaram pessoas em risco de vida para tirá-las da rua, enquanto a direita se focou tanto na defesa da vida.
A produção é de Filipe Trielli e David Mazzuca Neto no estúdio Panela Produtora, com produção visual de Gustavo Finger da Agência Pier. Guten Morgen, Brasilien!”

segunda-feira, 21 de maio de 2018

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Olavo & Bolsonaro


Um encontro épico entre o Prof. Olavo de Carvalho e o presidenciável Jair Bolsonaro, dentro da Câmara dos Deputados, aonde os discursos da esquerda sobre possíveis torturas, durante o regime militar, são desmontados.

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Royalties sobre Produção Agrícola - Biotecnologia - Soberania da Genética Nacional: IPBES


“Quais são as consequências para o Brasil no que tange a sua biodiversidade? E a produção de grãos? O banco genético do país? Estas questões são pouco abordadas pela mídia, justamente para não trazerem o tema para a discussão da população em geral. A questão é de suma importância estratégica. O tema de genética nacional, pagamento de royalties por produção e biotecnologia estão intimamente associados. Para tanto a ONU já aparece no cenário, em um primeiro momento, com o projeto Genoma e, desde 2010, com mais um painel "político-científico", o IPBES - Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services, também conhecido como Painel Intergovernamental para Biodiversidade e Serviços Ambientais. Agora, a Natureza presta serviços à Sociedade, como se fosse possível separá-las (onde estão os nossos geógrafos???). Mais uma vez teremos a "ciência" legitimando ações políticas para o favorecimento de oligopólios e ações de controle globalistas. Desta forma, querem estabelecer que a nossa biodiversidade e produção rural sejam simplesmente mais uma "banana", servindo para produtos de alto valor agregado dos quais nós mesmos seremos os consumidores... Acompanhe com atenção o discurso do Presidente da Aprosoja do RS, Eng. Agrônomo Luis Fernando Marasca Fucks.

PS.: Trechos da "Canção do Expedicionário" - Força Expedicionária Brasileira - FEB 1944 (A cobra fumou!)

OBS.: Aviso aos idiotas úteis da internet e da academia que adoram me difamar. Não recebi um centavo da Aprosoja para realizar tal vídeo. Meu objetivo é mostrar a verdade e traçar planos estratégicos para o futuro do Brasil, coisa que ainda iremos debater muito. Não interessa se são pobres, classe média ou ricos, todos estaremos no mesmo barco e sofreremos, no futuro, as consequências dos atos equivocados tomados no agora, quando entregamos tudo para o controle globalista.”

sexta-feira, 30 de março de 2018

PARDO NÃO É NEGRO - por LÍVIA ZARUTY


Pardo não é sinônimo de negro e a negação da identidade mestiça acarreta vários problemas deixando índios, caboclos sem nenhuma representatividade – Lívia Zaruty.