sábado, 31 de dezembro de 2011

Trabalho.

Indo para o curso.

Ovos stormtrooper.

Madeira.

Escadinha.

Como peste ela conseguiu!?

Vaca ninja.

O incrível truque de um japonês num escorrega.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Você faria o que!?

Boni confessa manipulação do debate Lula x Collor.

Apenas alguns lápis!
















Apenas jogando Battlefield 3.

Deixa eu entraaaaaar!

Spectral Layers: o Photoshop do áudio.


Vi no Tecmundo.

Claudinho - o político gago.

Protéigon.

Fogos de artifícios a luz do dia.

Frisbee Trick Shots - India Edition.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Criadores improvisam sutiãs para vacas leiteiras.


Mensagem subliminar norte americana.



Pulem direto para 11:06.

Enquanto isso no Brasil...

Jardim iluminado.

O que ele está olhando?

Esta é sua última chance.

Novo escritório do Google em Londres.












Tekpix é para os fracos.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Tempestade num Copo d'Água?

O cachorro mais desconfiado do mundo!



Vi no Brogui.

Cirurgiões substituem polegar da mão pelo dedão do pé depois de acidente.





James Byrne estava fazendo um trabalho de carpintaria e acabou cortando o polegar esquerdo. Os médicos tentaram colocar o polegar de volta, mas não conseguiram. Então eles sugeriram uma alternativa: “Por que não usamos seu dedão do pé?” Ele disse que sim.

Mas por que você iria querer um dedão na mão, em vez de deixá-la como está? O cirurgião plástico Umraz Khan, que fez a operação, explica que sem um polegar, “James não poderia fazer coisas que tomamos por dado, como segurar uma caneta ou abrir uma porta”. O polegar é vital para o trabalho de James, que atua como operador de fábrica. E mais: segundo Khan, “a perda de um dedão não é tão incapacitante como perder um polegar”.

A operação foi um sucesso, mas James ainda não consegue mover o polegar completamente: “Eu não consigo dobrá-lo ainda, mas espero fazer isso em breve. Ele gira e eu posso balançá-lo bem. Eu estou muito, muito satisfeito de ter feito a cirurgia. É um grande alívio que eu voltarei ao trabalho em breve.” Ele precisa voltar à sala de cirurgia para remover os cabos que mantém os ossos no lugar, mas de resto tudo parece estar bem.



Como calar uma platéia.

Demolindo muros na Polônia.

O assustador boneco de neve de Scare Prank.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Microscópio caseiro com laser e seringa (experiência de física e biologia).

A vela que levanta a água.

Como responder perguntas idiotas.

Marcha imperial dos disquetes.

Como se não houvesse amanhã!

Vendo as ondas sonoras.

Projeto liberdade aos Beagles.

Toy Story da vida real.

Filosofia de porta de banheiro.

Bêbado mijão.

O menor motor V-12 do mundo.

Vírus H5N1 alterado em laboratório pode exterminar metade da humanidade.


Algumas pequenas alterações. Isso é tudo que foi necessário para que um grupo de pesquisadores holandeses transformasse o vírus H5N1 (conhecido como causador da gripe do frango ou gripe aviária) em algo que pode potencialmente acabar com metade da civilização como a conhecemos.

De acordo com a revista especializada Science Insider, a nova variação do vírus é facilmente transmissível entre furões, que são animais que reagem de uma forma parecida à dos humanos em relação a gripe. A revista ainda afirma que outros estudos paralelos alcançaram os mesmos resultados nos Estados Unidos e em Tóquio.

Embora essa descoberta possa ser um grande passo no controle da transmissibilidade dos vírus, outros cientistas estão demonstrando suas preocupações com a chamada “pesquisa dupla”. Isso porque os resultados podem ser utilizados tanto para o bem, quanto para criação de armas biológicas e ataques terroristas caso as informações acabem vazando.

O vírus H5N1 sempre afetou os pássaros, mas nos últimos 10 anos passou a aparecer entre os humanos. Foram em torno de 600 casos diagnosticados, com mais de 500 mortes no mundo todo. A razão de que o vírus não se tornou comum é que ele não é transmissível entre humanos pelas vias aéreas. Ou ao menos não era, pois essa nova versão da ameaça proporciona justamente isso.

Em defesa ao projeto, o virologista holandês Ron Fouchier acredita que a publicação dos resultados ajudará a comunidade científica a estar preparada para o caso de ocorrer uma pandemia de H5N1. Por outro lado, não publicar irá deixar todos no escuro sobre como reagir ao problema.

Você sabe quantos MB de informação carrega um espermatozoide?


Você imagina quantos MB de informações genéticas existem em cada célula do seu corpo? Segundo estudos recentes, a resposta para essa pergunta é 75 MB (para células diploides). Isso significa que em células sexuais (espermatozoides e óvulos) o número deve cair pela metade. Ou seja, um espermatozoide carrega 37,5 MB de código genético.

Essas informações são do site Tom’s Hardware, que ainda foi muito mais além em suas análises. Uma ejaculação carrega entre 200 e 300 milhões de espermatozoides, o que gera a incrível soma de 8.500 TB de informações genéticas. Quer ir ainda mais além? A largura de banda de uma ejaculação (com tempo médio de cinco segundos) pode chegar aos 2.200 TB/s.

Fonte: Renan Hamann, do Tecnotudo.

Culinária moderna.

Apresentando a nova barra superior do Google.

Modificação em monitor faz conteúdo visível apenas para quem usa óculos 3D.



Vi no TechGuru.

Mais informações em: www.instructables.com.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011